Em reunião com o CRCSE e Sescap/SE, Jucese reforça a necessidade da compensação das taxas para protocolar processos

Última atualização em: 8 de maio de 2019

A pedido do Conselho Regional de Contabilidade de Sergipe (CRCSE) e do Sindicato das Empresas de Assessoramento, Perícias, Informações e Pesquisas e das Empresas de Serviços Contábeis (Sescap/SE), a Junta Comercial do Estado de Sergipe (Jucese) reforça entre os seus usuários que os processos somente podem ser protocolados na autarquia mediante a apresentação da taxa devidamente paga e compensada pelo sistema bancário, conforme nota informativa publicada no dia 17 de abril.

Em reunião realizada nesta terça-feira, 7, na sede da autarquia, o presidente da Jucese, Marco Freitas, explicou aos representantes do CRCSE e do Sescap/SE que a medida visa combater fraudes e segue o padrão de outras instituições públicas, como a Receita Federal do Brasil.

Conforme exposto no sistema do Portal de Serviços Agiliza Sergipe (www.agiliza.se.gov.br) –seção “GERAR TAXAS” –, os usuários podem efetuar pagamento das taxas da Jucese em quaisquer bancos. Contudo, a compensação bancária do Banese ocorre em até 24 horas; já de outras instituições bancárias ocorre em até 72 horas.

PARTICIPANTES DA REUNIÃO

Participaram da reunião o presidente da Jucese, Marco Freitas; o secretário-geral da autarquia, Alex Souza; o presidente do CRCSE, Vanderson Mélo; os representantes do CRCSE no Colégio de Vogais da Jucese, Rogério Teles e Ionas Mariano; a presidente do Sescap/SE, a também vogal Gleide Selma Santos; e a diretora Institucional do Sescap/SE, Salete Leite.

COMMENTS

Skip to content